Hormônio do Sono: Saiba Mais Sobre a Melatonina

A melatonina é um hormônio produzido através da glândula pineal, que é encontrada em nosso cérebro. Pode ainda ser encontrada como suplemento, sendo tomada para ajustar o relógio interno do corpo.

É ela que ajuda o corpo a identificar a hora certa de dormir e acordar. A melatonina é comumente usada para a insônia e para melhorar o sono em diferentes condições, isso porque, algumas pessoas que têm problemas para dormir têm níveis baixos de melatonina.

Essa suplementação pode ser importante para idosos, que têm baixa produção, para pessoas que trabalham em turnos noturnos, pessoas que enfrentam o jet lag das viagens e para as que possuem certos graus de cegueira, que mostram dificuldade de produzir esse hormônio.

A principal função dele é regular os ciclos noturnos e diurnos ou os chamados ciclos de sono-vigília. A escuridão faz com que o corpo produza mais melatonina, o que avisa ao corpo que já pode se preparar para dormir.

Desse modo, quando há luz a produção de melatonina é interrompida e o corpo é avisado para se preparar para estar acordado.

Além disso, estudos indicam que esse hormônio tem ação antioxidante, o que ajuda a reduzir os danos oxidativos causados pelos radicais livres na célula, além de eliminar as substâncias tóxicas do organismo.

Esse produto pode causar em algumas exceções os seguintes efeitos colaterais:

  • Irritabilidade, nervosismo e agitação;
  • Dor de cabeça e enxaqueca;
  • Fadiga e sonolência;
  • Sonhos anormais.

Apesar de não ter muitos efeitos colaterais, existem algumas restrições para seu uso, como para gestantes, lactantes e pessoas com alergia a qualquer um dos componentes encontrados na fórmula.

Vale ressaltar, que antes de tomar qualquer suplementação, é importante que procure um médio para melhores orientações.

A FarmaLivre explica sobre as dosagens, podem variar de 1 a 10mg e indica-se tomar 1 cápsula, 1 hora antes de dormir.